Ingleses farão expedição para local mais inacessível do mundo

Publicação: 21/10/2015

Ingleses farão expedição para local mais inacessível do mundo

(Reprodução/Ice Warriors)

     Você sabe qual é o lugar mais inacessível do mundo? Se não, saberá em breve, já que um grupo britânico apaixonado por gelo, os 'Ice Warriors' (Guerreiros do Gelo), pretende viajar a este ponto do planeta, que fica localizado no centro do Oceano Ártico.

     A expedição do grupo percorrerá mais de mil quilômetros até chegar ao ponto mais distante e afastado de qualquer porção de terra na imensidão gelada do pólo. A 450 km do Pólo Norte geográfico, fica este lugar de temperaturas e condições inacreditáveis.

     Para chegar, os ingleses corajosos terão que caminhar sobre a espessa camada de gelo de mais de 5 km que cobre o Oceano. Na viagem, as temperaturas podem atingir os 50ºC negativos no inverno, eles também terão que enfrentar a escuridão que paira constantemente entre os meses de outubro e março.

(Reprodução/Ice Warriors)

     Jim McNeill, um dos integrantes do 'Ice Warriors', marca sua terceira tentativa de chegar ao local. Na primeira vez, ele foi acometido por uma infecção causada por uma bactéria que se alimentava de sua carne. A segunda tentativa, por sua vez, foi interrompida devido a um tombo durante uma tempestade de gelo.

     O desafio de chegar até o local está de pé novamente desde 2000, quando as coordenadas do Pólo Norte de Inacessibilidade foram restabelecidas corretamente, já que havia muitos erros no mapeamento das costas até então.

     Se tudo correr como o planejado, os 'guerreiros' demorarão 80 dias para alcançar o extremo. Eles registrarão dados para contabilizar o quanto as geleiras estão se desfazendo, além de contabilizar a presença de ursos polares.

(Reprodução/U.S. Navy)

(Reprodução/U.S. Navy)

     "Eu não chamaria a região de um lugar inóspito", diz Donatella Zona, uma ecologista especializada no Ártico da Universidade de Sheffield, em matéria da BBC.

     Você pode se perguntar: E o Pólo Sul?

     Do lado oposto do globo há também um ponto bastante longe das costas, mas este já foi atingido há alguns anos. Marca-se que a primeira que chegou até lá foi uma expedição russa, em 1950. O grupo montou uma estação de pesquisa no local com o busto de Lênin. Em 2007, o local foi revisitado e encontrava-se soterrado na neve, mostrando apenas a estátua sobre a superfície.

Mais notícias

Comprometimento, Qualidade, Alta Tecnologia e Experiência
© 2016 Geoprisma. Todos os direitos reservados.
Recomende o Site   Dúvidas Frequentes   Ir ao Topo
Site produzido pela Netface